Loading...

quinta-feira, 8 de julho de 2010

SENADO APROVA CRIAÇÃO DA NOVA ESTATAL DO PRÉ-SAL

O Senado aprovou ontem a criação da Pré-Sal Petróleo S.A. (PP-SA). A nova estatal vai gerir a exploração do petróleo na área do pré-sal. A intenção do governo era que o nome da nova estatal fosse Petro-Sal, mas já existe uma empresa com esse nome no Rio Grande do Norte. Segundo o governo, a estatal será pequena, com até 130 funcionários. Os conselheiros terão mandato fixo e os diretores passarão por período de quarentena ao deixar a empresa. O texto agora vai à sanção presidencial. Assim que começar a ter receita própria com a exploração do pré-sal, os funcionários da nova estatal vão receber salários regulados pelo mercado do petróleo.

Isso já acontece na Petrobras, que paga cerca de R$ 60 mil mensais a cada um dos diretores. Na votação de ontem houve acordo entre os partidos. A oposição (DEM e PSDB) votou simbolicamente contra. A nova estatal terá a responsabilidade de administrar os contratos de partilha de produção negociados pelo Ministério de Minas e Energia, além da gestão dos contratos para comercialização de petróleo e gás da União.

Nenhum comentário:

Postar um comentário