Loading...

segunda-feira, 19 de julho de 2010

PETROBRÁS INICIA PRODUÇÃO NO Pré-Sal DO ESPÍRITO SANTO



A Petrobrás iniciou, nesta quinta-feira (15/07), a produção de petróleo da camada Pré-Sal do Campo de Baleia Franca, localizado a cerca de 85 km da cidade de Anchieta (ES), no complexo denominado Parque das Baleias, na Bacia de Campos. As acumulações do Pré-Sal do Campo de Baleia Franca foram descobertas em dezembro de 2008.

O Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente da Petrobrás, José Sergio Gabrielli de Azevedo, participaram da cerimônia de extração do primeiro óleo da camada Pré-Sal do Campo de Baleia Franca. Na ocasião, o presidente Lula afirmou que a descoberta do Pré-Sal pela Petrobrás foi `fundamental para o forte desenvolvimento da indústria naval e petroquímica no Brasil, em menos de 5 anos`.

Durante o evento, o presidente da Petrobrás ressaltou que esta é `a primeira produção comercial permanente do Pré-Sal brasileiro, e que já utiliza materiais adaptados e preparados para responder às características específicas da produção de petróleo no Pré-Sal`. O projeto adotará tecnologias pioneiras, concebidas para operar nas condições geológicas do Pré-Sal. Entre elas, novos modelos de risers flexíveis (tubulações para o escoamento de petróleo que ligam o poço à plataforma) e novas soluções tecnológicas para colocar os poços em produção (completação). O uso dessas tecnologias permite a melhoria da eficiência operacional e representa um novo passo no desenvolvimento dos reservatórios do Pré-Sal.

A produção foi iniciada através da conexão do FPSO Capixaba ao poço 6-BFR-1-ESS. O FPSO Capixaba é afretado para a Petrobrás pela empresa SBM, e operava anteriormente no Campo de Golfinho. Para aproveitar a oportunidade de antecipação de produção dos Campos de Cachalote e Baleia Franca, foi realizada uma adaptação na planta de processo da plataforma, para viabilizar a instalação no Parque das Baleias.

O poço do Pré-Sal de Baleia Franca começará a produzir cerca de 13 mil barris de petróleo por dia (bpd) de petróleo leve, estimado em 29 graus API. A previsão é que atinja a capacidade máxima, de 20 mil bpd, ainda este ano.

O FPSO faz parte do Projeto de Desenvolvimento Integrado de Cachalote e Baleia Franca e permite a interligação dos dois campos. A Plataforma já produz desde maio deste ano no pós-sal do Campo de Cachalote, através do poço 7-CHT-5HA-ESS, localizado a 5 km de Baleia Franca, e desde junho de 2010 no poço 7-CHT-7HP-ESS, totalizando uma produção de 44 mil bpd.

Até o final do ano, está previsto que a plataforma seja interligada a um total de nove poços. Serão três poços produtores e dois injetores em Cachalote, e três poços produtores - dois destes na camada Pré-Sal - e um injetor em Baleia Franca. O pico de produção está programado para ocorrer em dezembro de 2010, com expectativa de volume de 100 mil barris de óleo por dia e 1,35 milhões de m3 de gás natural.

Características técnicas do FPSO Capixaba:

Capacidade de produção: 100 mil bpd;

Capacidade de compressão de gás: 3,2 milhões de m3/dia;

Capacidade de armazenamento: 1.600.000 barris;

Capacidade de injeção de água: 22.000 m3/dia;

Capacidade de operar em local onde a profundidade seja de até 1.500 metros;

Comprimento: 345 metros (equivalente ao comprimento de três campos de futebol);

Peso total carregado: 254.444 toneladas (corresponde ao peso de 300 mil carros populares)

Acomodações: 96 trabalhadores embarcados.

Texto e foto: Agência Petrobrás de Notícias - 15/07/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário