Loading...

domingo, 11 de março de 2012

Mais de 11 mil vagas para capacitação profissional

Já estão abertas as inscrições para seleção para cursos gratuitos de qualificação na área de gás e petróleo pelo Prominp. No Rio, são oferecidas, ao todo, 4.602 chances.

Já foi dada a largada para uma das 11.671 mil oportunidades na seleção pública nacional para cursos gratuitos de qualificação profissional pelo Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) em todo o Brasil. No Rio, são 4.602 chances. A formação é o primeiro passo rumo ao sonhado emprego fixo na Petrobras ou na cadeia produtiva do setor, que inclui empresas parceiras da estatal e até as concorrentes.

Foto: Divulgação
Para participar, é preciso ter mais de 18 anos e interesse em agarrar uma das milhares de chances de trabalho na área de petróleo e gás que estão por vir com a exploração da camada pré-sal pela Petrobras. Há vagas para candidatos de todos os níveis de escolaridade. Ao todo, são 7.335 postos para quem tem Nível Fundamental completo, 3.706 para Nível Médio e Técnico e 630 para o Superior.
As oportunidades serão disputadas por meio de seleção pública, composta por provas objetivas e testes físicos — exigidos para os cargos de operador de sonda de perfuração e plataformista de sondas. Os candidatos aprovados que estiverem desempregados terão direito a bolsa-auxílio no valor de R$ 300 (para Nível Fundamental), R$ 600 (Médio e Técnico) e R$ 900 (Nível Superior).
Para se inscrever na seleção, é preciso fazer o cadastro por meio do portal www.prominp.com.br. As inscrições vão até o dia 12 de abril. As taxas de participação cobradas são de R$ 25 (para candidatos com Nível Fundamental de formação), de R$42 (Médio e Técnico) e de R$ 63 (Superior).
Quem não tem condições de arcar com os custos da taxa de inscrição ou que contam com Número de Identificação Social (NIS) podem pedir isenção até o dia 18 de março.

Fique atento ao conteúdo das provas

As provas objetivas do concurso serão aplicadas pela banca organizadora Fundação Cesgranrio. Candidatos que disputam chances que exigem o primeiro ciclo do Nível Fundamental (até a quarta série) farão avaliações de Língua Portuguesa e Matemática. Quem conta com o segundo ciclo do Fundamental (até a oitava série) terá de responder também a questões de Raciocínio Lógico.
As mesmas disciplinas (Português, Matemática e Raciocínio Lógico) caem nas provas dos alunos de Nível Médio. Quem disputa o cargo de Desenhista Projetista de Tubulação terá também de responder a questões de Informática.
Já os candidatos que contam com formação Superior terão de estudar Português, Matemática, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos.

O mercado de trabalho do petróleo e gás a um clique
Os salários do setor de petróleo e gás no Brasil (R$14 mil em média) estão entre os cinco maiores do mundo segundo a consultoria internacional pela HAYS Recruiting experts worldwide. Ficamos atrás apenas da Austrália, Noruega, Canadá e EUA numa lista de 50 nações.
É natural que cada vaga aberta seja muito concorrida. Por isso, o segundo passo para quem tem formação para disputar um dos empregos fixos no setor é manter-se sempre atualizado, não parando nunca de estudar.
O terceiro passo, nem por isso menos importante que os anteriores, é ficar atento aos processos de recrutamento. Muitos são abertos apenas para quem está em sala de aula de curso de qualificação, uma vez que é prática nas empresas do setor selecionar profissionais e, antes de eles botarem a mão na massa, oferecer treinamento específico na companhia.
Para auxiliar os interessados nesse passo, a Petrobras conta com o portal ‘Profissões de Futuro’. Por meio do site www.profissoesdefuturo.com.br , estudantes e profissionais de todo o País podem conferir as oportunidades das carreiras de Nível Técnico e Superior ligadas ao segmento de energia. Está lá também lista de cursos gratuitos de formação e qualificação oferecidos pelo Ministério de Minas e Energia em parceria com a companhia.

Na página virtual, o internauta tem acesso a informações sobre cenário da indústria de energia, o mercado de trabalho dos profissionais com Nível Técnico de formação, além de mapa dos cursos ligados à exploração do petróleo e gás. Lá, podem ser encontradas também informações sobre mercado de trabalho e onde é possível estudar.

CONTRATAÇÃO
Anualmente, 50 mil postos de emprego são gerados por empresas ligadas direta ou indiretamente à exploração de petróleo e gás natural.

Segundo dados da Petrobras, só na estatal trabalham hoje 82 mil profissionais. Na companhia, os técnicos de Nível Médio representam dois terços do total de empregados.
O cenário faz com que a empregabilidade das carreiras técnicas supere as das outras categorias. Para se ter ideia, o Plano de Negócios de 2011 a 2015 da Petrobras prevê contratar cerca de 17 mil empregados até 2015. Só este ano, foram abertas duas seleções públicas: uma na Liquigás, com 1.160 postos, e outra na Transpetro, com 602 vagas.

Fonte: Petrobras

Nenhum comentário:

Postar um comentário