Loading...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

6 dicas para ser um bom gestor público

Esse artigo procura orientar os gestores públicos através de 6 dicas úteis para que eles possam realizar uma gestão pública eficiente, contemplando os interesses da sociedade que representam.

 
Esse artigo busca provocar reflexão para aqueles gestores públicos que foram agraciados com a confiança da população para representar os seus anseios durante os próximos anos. Todo aquele que almeja ser um bom gestor deve ter em mente que as dificuldades encontradas no processo serão muitas e exigirão dedicação e estudo.

Dirijo aqui 6 dicas úteis para que os gestores possam administrar com êxito os Órgãos Públicos:

1) Programar as ações de forma planejada estrategicamente Toda ação requer planejamento para que se alcance os resultados pretendidos. Cabe ao gestor e sua equipe adotar estratégias que mostrarão os caminhos para se alcançar as metas traçadas. Tanto na iniciativa privada como pública isso é imprescindível, pois geralmente os desejos da população de um local são maiores que a capacidade de atendimento. A Lei de Responsabilidade Fiscal, o Plano Plurianual (PPA), a Lei da Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), tratam esse assunto de forma especial.

2) O gestor Público deve investir em capacitação e buscar os profissionais mais bem preparados para as funções Uma Administração eficiente e eficaz necessita contar com os melhores profissionais para compor os diversos postos organizacionais. O gestor precisará de pessoas competentes para ajudá-lo no desenvolvimento de políticas públicas que visem a melhoria da sociedade. Olhar sob a lupa da competência, e não das negociatas políticas, deve ser regra para o gestor público.

3) Utilizar a informação como ferramenta de trabalho Todo Administrador se utiliza da tomada de decisão como atividade rotineira na sua jornada diária de trabalho. Para tal, ter as informações corretas para tomar as melhores decisões, torna-se fundamental.

4) Ser transparente Disponibilizar as informações relativas às receitas e despesas à população para que a sociedade possa controlar. A Lei da Responsabilidade Fiscal obriga o gestor público a ter essa tranparência na sua gestão. Assim, ser transparente significa competência e respeito com o cidadão.

5) Descentralizar ações A palavra descentralizar é muito utilizada na Administração (principalmente na gestão privada), porém na iniciativa pública muitos gestores tem receio de colocá-la em prática. Para muitos essa palavra significa perda de poder e controle, o que não é verdade. Não se trabalha ou se Administra sozinho, distribuir atividades e responsabilidades é muito relevante nas organizações. Desde que seja avaliada e acompanhada, a descentralização pode ser muito eficiente e eficaz na gestão pública

6) Considerar o Orçamento Público como instrumento que organize e facilite a vida do gestor Um orçamento consiste basicamente nas previsões de receitas e despesas planejadas para determinado exercício.

Samar Hamad Timeni

Siga os posts do Administradores no Twitter: @admnews.

Nenhum comentário:

Postar um comentário