Loading...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Frases da Semana

Frases da Semana:

”Percebemos o Brasil como o Oriente Médio da química verde”

Declaração do presidente da Braskem, Bernardo Gradin, sobre os investimentos que a empresa fará no Brasil a partir de matérias primas sustentáveis.
Fonte: Folha de São Paulo

”O Rio será a capital intelectual do pré-sal”

Declarou o diretor do Parque Tecnológico da UFRJ, Maurício Guedes, sobre os R$ 500 milhões que o Parque deve receber de investimentos, vindos de diferentes empresas, até 2014.
Fonte: O Globo

O que nós não podemos é nos conformar com uma trajetória que transforma o Brasil em vítima de apreciação cambial. ”

Concluiu o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, ao defender que o governo tome medidas para proteger a economia brasileira da “guerra cambial”.
Fonte: Diário Mercantil

”Ninguém queima gás porque quer”

Declarou o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, após dados da ANP comprovarem um aumento substancial na queima de gás por parte da estatal.
Fonte: Gazeta de Notícias

”Agora temos espaço para fazer as movimentações e captações que julgarmos necessárias”

Declarou o diretor Financeiro e de Relação com Investidores da Petrobras, Almir Barbassa, após anunciar o lucro trimestral de R$ 8,56 bilhões da estatal.
Fonte: Diário Mercantil

”Estamos percebendo uma demora nos EUA e na Europa para resolver a crise, sobretudo na questão interna, do consumo”

Respondeu o presidente Lula sobre o que acredita ser a condição primordial para recuperar a estabilidade da economia mundial.
Fonte: O Globo

”Nossa avaliação é de que essa medida é prejudicial a economia brasileira. Um grande número de países tem visão similar à nossa em relação às suas economias.”

Avaliou o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, sobre a decisão do Federal Reserve (Fed) de comprar USD 600 bilhões em títulos públicos americanos, desvalorizando o dólar.
Fonte: Valor

”São como foguetes”

Comentário do diretor do FMI, Nicolas Eyzaguirre, sobre as economias de Brasil, China e Índia.
Fonte: Brasil Econômico













Nenhum comentário:

Postar um comentário