Loading...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

IMPORTAÇÃO DE PETRÓLEO

Segundo o diretor de abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, a empresa poderá deixar de importar petróleo e derivados a partir de 2014. A expectativa segundo ele é que o refino do óleo do pré-sal vai acabar com a necessidade de compras externas do produto. A entrada da produção de lubrificantes a partir do petróleo da Bacia de Santos, mas particularmente no campo de Tupi deve ser a solução desta demanda. Com o crescimento da economia nos últimos cinco anos e do mercado a tendência é que o Brasil fique autossuficiente em derivados do produto em quatro anos e que a Petrobrás poderá exportar cerca de 800 mil barris diariamente em 2014. Para o diretor caso o crescimento da economia brasileira continue no futuro pode ser insuficiente a construção das novas refinarias previstas entre 2010 e 2014 para o consumo previsto em 2020.

(Valor Econômico/Redação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário