Loading...

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A IMPRENSA QUE ME ENVERGONHA

Publicado no JB pelo amigo Jornalista Marcelo Migliaccio



RI-DÍ-CU-LA

Foi a atuação do casalzinho de bolo de aniversário nas entrevistas no JN com os presidenciáveis. Você viu a agressividade do William "Hommer" em cima da Dilma Rousseff? E a subserviência do mesmo diante do Serra, você viu?


Se não viu, não perdeu nada, a não ser mais uma oportunidade de ficar deprimido.

Se você tivesse visto, teria o desgosto de pensar em como a grande imprensa brasileira abriu mão de seu papel institucional e histórico. Quando eu cursei jornalismo, o que me fascinava era a chance de contar a história do país dia a dia. Capítulo por capítulo.

Mas a grande imprensa brasileira hoje abriu mão desse papel. Virou um partido político calhorda, que ataca de maneira inconsequente o presidente mais popular da história.

E Lula não é popular porque é bonito como foi Collor. Nem porque é catedrático como FHC.

Lula é popular, mesmo feio e sem instrução, porque fez a vida do brasileiro melhorar. Não só do brasileiro pobre, que com o Bolsa Família tem a chance de manter seus filhos na escola, para que eles não sejam párias como seus pais. Fez também a alegria dos empresários, dos banqueiros, estão todos felizes, não é maravilhoso!?

Lula é popular porque o BNDES hoje empresta mais dinheiro que o Banco Mundial. Porque pela primeira vez o governo faz obras estruturais nas periferias. Um amigo meu que mora na Rocinha custou a acreditar que o PAC lá era para valer. Demorou um ano, as obras não pararam e agora o meu amigo acredita que este govenro não é como os outros, que ameaçavam, prometiam, mas na hora de gastar o dinheiro público, davam prioridade a quem já tem muito.

E o William "Hommer", o bonequinho de bolo de aniversário, ali do lado da noivinha tijucana deslumbrada, tratando a Dilma com a maior agressividade. Ao ponto de a noivinha lhe pedir calma com a mão. É que ele quer mostrar serviço, eu entendo...

Quando chegou a vez do Serra, o combatente jornalista William "Hommer" parecia um capacho. Em vez de perguntar do mensaláo do Arruda, ou o Valerioduto que começou com o tucano Eduardo Azeredo em minas, perguntou do mensalão do PT. Aquele do olho roxo do Roberto Jefferson.

Mas a Dilma já está dez pontos na frente do Serra (o Ibope dá cinco e o Datafolha empate, hahahahah).

Imagine quando o sapo barbudo aparecer no horário eleitoral...

Aí a Dilma ganha no primeiro turno, aposta o meu amigo e cientista político Davis Filho.

Mas, se daqui a 100 anos, um adolescente for consultar os arquivos de jornais da Biblioteca Nacional, vai ler o Biscoito-de-praia, os caipiras-britânicos e a revista-que-pensa-que-o-leitor-é-cego e concluir que Lula foi pior que Hitler.

A imprensa brasileira perdeu a compostura. Ataca o presidente mais querido da história, coisa que nem seus adversários políticos ousam fazer.

Como eu me envergonho de ser jornalista...

Nenhum comentário:

Postar um comentário