Loading...

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Shell planeja perfurar 10 poços no pré-sal e pós-sal

O presidente da Shell Brasil, André Araújo, disse hoje que a companhia tem um plano de investimento da companhia contempla a perfuração de dez poços no pré-sal e no pós-sal, nos próximos 18 meses.

A Shell é a maior operadora privada do Brasil com produção de 100 mil barris por dia.

A empresa anglo-holandesa não revela, porém, o valor dos investimentos. "Mas posso assegurar que serão investimentos muito bons", afirmou o executivo.

Araújo disse que a Shell analisará "a competitividade de cada contrato [de partilha do pré-sal] na comparação com outras oportunidades de investimento em outros países".

O executivo disse que uma vantagem para o país é ter vários operadores para áreas de exploração de petróleo. No novo modelo do pré-sal, no entanto, a Petrobras será operadora única e terá 30% de participação em todos os blocos.

Para Jorge Camargo, ex-presidente e consultor da Statoil, a petrobras é a empresa "mais capacitada" para operar os campos no pré-sal, pois detém maior conhecimento das áreas.

Segundo ele, existe, porém, um "eventual problema, que é uma possível sobrecarga de projetos" a cargo da companhia. Ou seja, o executivo teme pela possível restrição de capacidade financeira da Petrobras de conduzir todos os investimentos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário